A origem do “GRINGO”

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Você já se perguntou da onde surgiu o termo “Gringo”? Normalmente associado aos norte americanos? Bom, é para isso que estamos aqui. Fazer perguntas sobre as coisas mais idiotas e depois responde-las!

Começamos pela boa e velha Wikipedia, vejamos o que ela nos tem a dizer:

Gringo é um termo utilizado na América Latina, existente tanto em português quanto em espanhol. Pode denotar significados diferentes de acordo com o país ou a região que é utilizado. De maneira geral, o termo é aplicado para indivíduos estrangeiros, residentes em ou de passagem pelo país, especialmente quando falante de língua inglesa.A versão mais aceita de sua origem vem do espanhol griego, em alusão a expressões como ‘isto é grego para mim'(indicando línguas estrangeiras não compreendidas), e remonta ao século XVIII. Outras versões são popularmente usadas,como o nome da canção Green grow lilacs, cantada pelos soldados americanos na guerra contra o México (1845-1847), na qual os EUA incorporaram o sudoeste e a costa oeste do país, ou as ordens de ferroviários britânicos no Brasil: red stop, green go!, mas são refutadas academicamente. Há certa controvéria se o termo é ou não pejorativo, como também há controvérsia sobre quem é ou não é “gringo” sob o ponto de vista de um brasileiro.

Normalmente, quanto mais alto o nível sócio-econômico de um brasileiro, maior é o número de nacionalidades e culturas a que ele aplica o termo. Brasileiros das camadas sócio-culturais mais baixas (especialmente nortistas e pessoas da região Centro-Oeste e de São Paulo) utilizam o termo para os indivíduos de origem étnica ou cultura anglo-saxónica, como americanos, britânicos, australianos, canadenses, neozelandeses e sul-africanos, enquanto que para os brasileiros das camadas sociais mais altas quase todos os estrangeiros são gringos, até mesmo outros latino-americanos.

Há inclusive casos em que o termo se aplica até mesmo de brasileiros para outros brasileiros. Por exemplo, no estado do Rio Grande do Sul, de forma especial entre os descendentes de imigrantes italianos, “Gringo” refere-se aos descendentes de alemães. Neste caso o termo não é pejorativo, sendo inclusive apelido de alguns descendentes de italianos.

(Wikipedia)

Ela explica bem o que é um “gringo”, mas não fala sobre a origem. Outro site, o Sua Lingua, em um texto redigido por Cláudio Moreno, temos uma resposta um pouco melhor.
Existem vários mitos sobre a palavra, muitos estudiosos acreditam em suas próprias teorias. Alguns etimólogos mexicanos acreditam que a expressão nasceu no seu pais, no século XIX:

Como os mexicanos costumam (ou costumavam) chamar os norte-americanos de gringos, nada mais natural, para os ingênuos etimólogos amadores daquele país, que imaginar que a palavra tivesse sido criada especialmente para eles. Para uns, delirantes, as tropas estado-unidenses que entraram na guerra méxico-americana, na primeira metade do séc. XIX, usariam uniformes predominantemente verdes (“green”, em Inglês), o que propiciou aos mexicanos enfurecidos a oportunidade de gritar “Green, Go!” (/grin go/), algo assim como um improvável “Vão [embora], Verdes” – felizmente substituído, no séc. XX, pelo tradicional “yankees, go home”.

(Sua Lingua-Gringo)

Outra teria vem de um lugar mais distante, geograficamente e no passado, na extinta URSS, durante a segunda grande guerra:

Outros preferiram seguir uma vereda musical, mas não menos delirante: segundo esta versão, os soldados de Tio Sam, prenunciando assim o famoso Coro do Exército Vermelho, da extinta URSS, costumavam cantar em uníssono, à volta das fogueiras do acampamento, uma canção muito em voga na época, cujo refrão era “Green grow the lilacs”; ora, nada mais natural que os nativos passassem a usar a designação pejorativa de “green grow” (/gringro/) para aqueles surrealistas soldados cantores. Daí para /gringo/ era um pequeno passo.

(Sua Lingua-Gringo)

A verdade é que a palavra tem uma origem bem mais simples. Sim, eu enrolei vocês até aqui. É bom conhecer também as respostas erradas.
Gringo vem de “Griego”, que por sua vez se originou da palavra “Grego”. Está documentado desde 1787 no Dicionário da Real Academia Espanhola.

Griego: usada para designar qualquer língua exótica e difícil de entender. Com o tempo – que é o pai dos significados -, passou a indicar também o falante dessas línguas incompreensíveis.

(Sua Lingua-Gringo)

No fundo é o mesmo que dizer “Uma pessoa que fala grego”, gringo seria uma pessoa que fala “grego”, uma pessoa que fala “uma língua difícil de se entender”.
A ligação da lingua grega com o termo “dificil de entender” surgiu na idade média, quando eruditos que liam passagens em latin encontravam alguma expressão grega. “É grego; não pode ser lido” – diziam eles.
Por isso nos tempos de hoje, quando alguém fala algum termo “difícil”, as vezes você diz “para mim você está falando grego”.
“Gringo” não é algo Brasileiro, nem mesmo americano. Na própria Europa, a muito tempo já era utilizado. Apenas virou moda por aqui ao se falar dos Norte Americanos.

Conhecimento é poder pequeno gafanhoto. Lembre-se disso!

Fonte: http://neuronioshiperativos.blogspot.com.br/2008/10/qual-origem-da-palavra-gringo.html

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s